Tutorial Definitivo de Docker para INICIANTES (Ubuntu)

Ele tem a capacidade de implantar instâncias de contêineres que fornecem uma virtualização usando o kernel do host.

Tutorial Definitivo de Docker para INICIANTES

Introdução

Docker é um ambiente de virtualização de contêiner que pode estabelecer ambientes de desenvolvimento ou de tempo de execução sem modificar o ambiente do sistema operacional de base. Ele tem a capacidade de implantar instâncias de contêineres que fornecem uma virtualização usando o kernel do host, o que o torna mais rápido e leve do que a virtualização de hardware completa.

Versões

Os contêineres que produzem Kernel Panic induzirão Kernel Panic no sistema operacional do host.

Instalação

Para instalar vamos utilizar o snap . Só lembrando que o snap está disponível para diversas distribuições, como: Arch, Gentoo, Linux Mint e entre outras. O legal dele é que iremos evitar problemas de versões do Docker.

A saída será algo do tipo:

sudo docker run hello-world

Unable to find image 'hello-world:latest' locally
latest: Pulling from library/hello-world
1b930d010525: Pull complete 
Digest: sha256:41a65640635299bab090f783209c1e3a3f11934cf7756b09cb2f1e02147c6ed8
Status: Downloaded newer image for hello-world:latest

Hello from Docker!
This message shows that your installation appears to be working correctly.

To generate this message, Docker took the following steps:
 1. The Docker client contacted the Docker daemon.
 2. The Docker daemon pulled the "hello-world" image from the Docker Hub.
    (amd64)
 3. The Docker daemon created a new container from that image which runs the
    executable that produces the output you are currently reading.
 4. The Docker daemon streamed that output to the Docker client, which sent it
    to your terminal.

To try something more ambitious, you can run an Ubuntu container with:
 $ docker run -it ubuntu bash

Share images, automate workflows, and more with a free Docker ID:
 https://hub.docker.com/

For more examples and ideas, visit:
 https://docs.docker.com/get-started/

Executando Docker sem sudo

  1. Verique quais grupos estão disponíveis no seu sistema, rode o comando: cat /etc/group | cut -d: -f1 (para exibir grupos ao lado: cat /etc/group | cut -d: -f1 | tr '\n' ' ' && echo) , se entre os grupos listados estiver docker , então esse grupo existe, se quiser rodar um comando que lhe diz se existe ou não o grupo, rede o comando: [[ $(grep 'docker' /etc/group) ]] && echo 'Existe o grupo docker' || echo 'Não existe o grupo docker'

  2. Use esse passo somente se não existir o grupo docker. Então crie o grupo com o comando: sudo groupadd docker.

  3. Agora adicione seu usuário ao grupo docker com o comando: sudo usermod -aG docker $USER (ou sudo gpasswd -a $USER docker) e verifique se você agora está no grupo com o comando groups $USER.

Se quiser remover o usuário do grupo, rode: sudo gpasswd -d $USER docker

  1. Agora você precisa reiniciar seu computador para que as alterações tenham efeito. E após reiniciar teste sem o sudo docker run hello-world , se rodar é porque está tudo certo.

Rodando um container

Para esse exemplo vamos utilizar um aplicativo de Shell Script: Funções ZZ

Primeiro, baixe a imagem do contêiner para a sua máquina:

Se fizer parte do grupo docker como anteriormente mencionado, ignore o sudo para todos os passos seguintes.

A saída será algo do tipo:

sudo docker pull funcoeszz/zz
Using default tag: latest
latest: Pulling from funcoeszz/zz
386a066cd84a: Pull complete 
4e1412bf2f54: Pull complete 
9e64dc8a144a: Pull complete 
4efdf586deec: Pull complete 
856d94476b10: Pull complete 
Digest: sha256:23a5e20ceeb907e39652c4b130d5a6a8d77bc25a4aeba003a66871ada88d07dc
Status: Downloaded newer image for funcoeszz/zz:latest

Liste as imagens que já estão na sua máquina:

Agora basta rodar o contêiner e informar qual função você quer usar, junto com seus parâmetros, exemplo: sudo docker run --rm funcoeszz/zz maiusculas tá funcionando

Saída:

# --rm é opcional
# docker run --rm funcoeszz/zz maiusculas tá funcionando
sudo docker run funcoeszz/zz maiusculas tá funcionando
TÁ FUNCIONANDO

Parando e removendo images e conteiners

O comando docker run pega a imagem do Docker como modelo e produz um contêiner a partir dela.

  1. Listando as images e conteiners: docker images ou docker image ls
  2. Parando conteiners: docker stop $(docker ps -a -q)
  3. Removendo todos os conteiners: docker rm $(docker ps -a -q)
  4. Removendo todas as images: docker rmi $(docker images -a -q) ou docker rmi ID_IMAGE

Criando um conteiner

  1. Criar um diretório e entrar no mesmo: mkdir myshell && cd myshell
  2. Criar um arquivo de nome: Dockerfile: vim Dockerfile
FROM ubuntu:19.04
ENV PATH=/app:$PATH
COPY myshell.sh /app/
WORKDIR /app
ENTRYPOINT ["./myshell.sh"]
  1. Criar arquivo shell script: vim myshell.sh
#!/bin/bash
echo "Testando essa bagaça ... [OK]"

Ou

Esse caso para exemplo de servidor, para jogar para background

#!/bin/bash
while true; do 
    echo -en "Rodando meu script, hora agora: $(date +%H:%M:%S)\r\r"
done
  1. Permissão de execução: chmod +x myshell.sh
  2. Construir a imagem do App: docker build --tag=myshell .
  3. Confirme a existência da imagem: docker image ls
  4. Rodando o conteiner: docker run myshell

ID do conteiner: docker container ls

Fazendo upload de uma image/conteiner

  1. Crie uma conta em: https://hub.docker.com/signup
  2. Confirme seu e-mail
  3. Logue em: https://hub.docker.com/login
  4. Na URL raíz, crie um repositório: https://hub.docker.com/

[Create Repository +] , estilo criar um repositório no GitHub: nome, descrição, public..create

  1. Logando via linha de comando: docker login , insira seu nome de usuário[ENTER] e depois sua senha[ENTER]
  2. Criando uma Tag da Image: docker tag myshell terminalroot/myshell:v1 ou sem tag: docker tag myshell terminalroot/myshell
  3. Publicando: docker push terminalroot/myshell:v1 ou se você não inseriu tag: docker push terminalroot/myshell

Se quiser testar é só remover as images e os conteiners todos e depois fazer o pull explicado no início e ver se está funcionando de verdade.

Removendo Docker

  1. Parar todos os processos: docker stop $(docker ps -a -q)
  2. Removendo os processos: docker rm $(docker ps -a -q)
  3. Lista as imagens: docker images
  4. Removendo todas as images: docker rmi IMAGE_ID [nImage_ID ...]
  5. Veja os grupos e remova o grupo docker:
groups $USER
sudo groupdel docker
groups $USER

Listando os snaps e remove o snap:

snap list
sudo snap remove docker`
snap list
sudo snap refresh

Mais inforções sobre snap

Assista a um Vídeo Completo sobre Docker para INICIANTES

Alternativas ao Docker

Mais em: https://alternativeto.net/software/docker/

Compartilhe

Marcos Oliveira

Autor
Marcos Oliveira
Desenvolvedor de Software
youtube.com/TerminalRootTV

Pacote Promocional com Todos os Cursos

Adquira todos os cursos para se tornar um ninja do Terminal e do Linux.

Artigos Relacionados



Comentários