gping, o ping com gráficos, escrito em Rust

Mais um comando moderno e estiloso!


gping, o ping com gráficos, escrito em Rust


Muitos profissionais da tecnologia, administradores ou não de sistemas, usam(ou já usaram) quase frequentemente o comando ping para diversas finalidades: Testar conectividade, velocidade da conexão, obter endereço de ip e entre outros.

E nessas épocas de provedores picaretas(o meu então nem se fala 😞 ) muitos estão usando mais ainda.

A boa notícia é que podemos desfrutar da nova geração de comandos e que até o ping tem o seu sucessor que é o gping que possui saída com gráficos, para uma melhor noção das possíveis variações de velocidade, e foi escrito em Rust .


Instalação

O gping já está disponível na maioria dos repositórios e/ou com algum ajuste de repositório básico. Mas a forma que eu fiz e recomendo é utilizando o cargo, use o comando abaixo:

cargo install gping

Precisa ter o diretório local do cargo na sua $PATH, ex.:

echo 'export PATH="${PATH}:${HOME}/.cargo/bin"' >> ~/.bashrc && source ~/.bashrc

  • No Debian, basta adicionar o azlux à sua lista do APT, e instalar da seguinte maneira:
echo "deb http://packages.azlux.fr/debian/ buster main" | sudo tee /etc/apt/sources.list.d/azlux.list
wget -qO - https://azlux.fr/repo.gpg.key | sudo apt-key add -
sudo apt update
sudo apt install gping
sudo eselect repository enable dm9pZCAq
sudo emerge --sync dm9pZCAq
sudo emerge net-misc/gping::dm9pZCAq
  • Para outros sistemas/distro, use:
    • brew install gping para macOS
    • sudo port install gping macPorts
    • brew install orf/brew/gping Linux Homebrew
    • scoop install gping ou choco install gping para Windows


Utilização

Você pode usar com um único IP gping [número de ip] ou testar o desempenho em muitos IPs de forma simultânea. Exemplo, agora o Terminal Root também é dono do domínio https://terminalroot.com , testando a conectividade com endereço .br e o .com e comparando ambos com o https://google.com seria o comando:

gping terminalroot.com terminalroot.com.br google.com

A saída é justamente a imagem de chamada desse artigo.

Show, né?!

Para mais opções use o help, que haverá alguns parâmetros para IPv6 e entre outros:

$ gping --help
gping 1.2.6
Ping, but with a graph.

USAGE:
    gping [FLAGS] [OPTIONS] <hosts-or-commands>...

FLAGS:
        --cmd                Graph the execution time for a list of commands rather than pinging hosts
    -h, --help               Prints help information
    -4                       Resolve ping targets to IPv4 address
    -6                       Resolve ping targets to IPv6 address
    -s, --simple-graphics    Uses dot characters instead of braille
    -V, --version            Prints version information

OPTIONS:
    -b, --buffer <buffer>                    Determines the number of seconds to display in the graph. [default: 30]
    -n, --watch-interval <watch-interval>    Watch interval seconds (provide partial seconds like '0.5'). Default for
                                             ping is 0.2, default for cmd is 0.5.

ARGS:
    <hosts-or-commands>...    Hosts or IPs to ping, or commands to run if --cmd is provided.

Links úteis


rede comandos terminal


Compartilhe


Nosso canal no Youtube

Inscreva-se


Marcos Oliveira

Marcos Oliveira

Desenvolvedor de software
https://github.com/terroo

Artigos Relacionados




Crie Aplicativos Gráficos para Linux e Windows com C++

Aprenda C++ Moderno e crie Games, Programas CLI, GUI e TUI de forma fácil.

Saiba Mais

Receba as novidades no seu e-mail!

Após cadastro e confirmação do e-mail, enviaremos semanalmente resumos e também sempre que houver novidades por aqui para que você mantenha-se atualizado!


caso queira entrar em contato conosco, envie-nos um e-mail.