Como Renderizar Markdown no Linux

O Markdown existe pra simplificar ainda mais o HTML, ou seja, ele converte seu texto em um HTML válido.

Uma das maiores revoluções da internet foi o HTML e o Markdown existe pra simplificar ainda mais o HTML, ou seja, ele converte seu texto em um HTML válido. Ficar escrevendo tags no início e fim, mesmo com IDEs ou para quem possui destreza, ainda assim é um grande esforço, e é para isso que existe o Markdown.

Como escrever em Markdown

O site oficial para informações sobre Markdown é https://daringfireball.net/projects/markdown/ , onde você poderá obter todas as dicas de utilização.

No entanto, você ainda pode simplificar o entendimento e utilizar tutoriais alternativos, ou até mesmo pesquisar no seu buscador preferido cheat sheet de Markdown, eu mesmo já fiz isso e encontrei essa imagem aqui que possui um resumo bem bacana.

Cheat Sheet Markdown

Vamos escrever um exemplo básico

Quando você cria um arquivo Markdown, para que o arquivo seja lido por um ‘interpretador de Markdown’ é necessário você definir a extensão do arquivo as duas mais utilizadas (apesar de haver outras) é .md ou .markdown , para esse exemplo vamos criar um arquivo .md

vim exemplo.md

# Essa é a tag h1
## Essa é a tag h2

Aqui é só um parágrafo com a tag p

> Isso é um blockquote

Nesse texto tem **negrito** *italico* e ~~aqui tem uma linha atravessada~~

+ Lista não ordenada
+ Aqui também poderia ser * com espaço
+ Ou até mesmo - 

| Tabela | Thead |
|---|---|
| 1 | Checkbox não selecionado |
| 2 | Checkbox selecionado |
| 3 | Aprenda markdown |

Aqui em baixo um código Shell Script

```sh
#!/bin/bash
echo 'Exemplo de code pre em Markdown'
```


***

[Aqui tem um link](http://terminalroot.com.br)

![Aqui uma imagem do Cheat Sheet do Markdown!](md.png "aqui tem um title")

# Valeu!

Pra você visualizar seu arquivo Markdown, existem várias maneiras. A mais utilizada é em endereços da Web que já possuem ‘persers’ no Servidores, exemplo: se você possuem uma conta no GitHub, Gitlab, Bitbucket e entre outros, ao você copiar o arquivo pra lá você já consegue visualizar: README.md, About.md, … mas muitas vezes você não deseja copiar pra lá pra visualizar seu arquivo Markdown, logo, existem alguns outras soluções, são elas:

Renderizar localmente no seu Navegador Web

Se você tentar abrir o arquivo md no browser do seu navegador, ele automaticamente irá tentar baixar o arquivo ou abrir numa aplicação instalada no seu PC, logo você precisará de um complemento para conseguir abrir o arquivo.

Pesquise os complementos disponíveis para o seu navegador, bem como a versão do mesmo. Nesse caso aqui eu vou adicionar o complemento/add-on no GNU IceCat versão 52.0.2 (64-bit), para essa versão é possível eu instalar o Markdown Viewer que é um complemento bem leve, simples e funcional, no netanto, para versões mais recentes dos navegadores baseados em Gecko, ele não funciona.

Após instalar, conseguiremos abrir nosso arquivo exemplo de Markdown.

Renderizar em um aplicativo no Linux

Existem diversos aplicativos/editores para escrever e renderizar Markdown, pesquise na internet e escolha o que mais lhe interessa. No meu caso e para o sistema que eu utilizo, eu utilizo o ReText, assim como outros da linha, ele escreve e visualiza em dual-pane, ou seja, em dois painéis .

Para instalar o ReText pesquise no repositório do gerenciador da sua distribuição, no meu caso eu pesquisei o usando a ferramenta de pesquisa da distribuição que eu utilizo: Gentoo:

emerge --search retext
[ Results for search key : retext ]
Searching...

*  app-editors/retext
      Latest version available: 7.0.3
      Latest version installed: [ Not Installed ]
      Size of files: 388 KiB
      Homepage:      https://github.com/retext-project/retext https://github.com/retext-project/retext/wiki
      Description:   Simple editor for Markdown and reStructuredText
      License:       GPL-2
...

Após encontrá-lo, basta instalá-lo sudo emerge app-editors/retext.

Você ainda pode converter Markdown em HTML de maneira simples, pesquise sobre o Pandoc, ex.: emerge --search pandoc e use ele para diversos formatos: LaTex, PDF, MD, … Exemplo, converter um arquivo .md em .html

pandoc arquivo.md -o arquivo.html

Caso você possua um blog que não reconhece Markdown, não se preocupe, por exemplo, no Blogger, se você copiar o conteúdo em Markdown e colar no local de escrever da sua postagem, automaticamente o Blogger irá converter em HTML, bem simples!

Caso tenha ficado alguma dúvida, veja o vídeo abaixo para maiores elucidações;

Clique Aqui Para Assistir ao Vídeo

Não deixe conhecer nosso Treinamentos que farão você se capacitar ainda mais em Linux e sistemas baseados em Unix

http://terminalroot.com.br/cursos

Customize sua promoção para aquisição de mais de um curso:

http://terminalroot.com.br/promo

Conheça nosso Cursos Tutoriais Gratuitos sobre Git e LPI Linux

http://terminalroot.com.br/linux

http://terminalroot.com.br/git

Comente e compartilhe!

Compartilhe

Marcos Oliveira

Autor
Marcos Oliveira
Desenvolvedor de Software
youtube.com/TerminalRootTV

Pacote Promocional com Todos os Cursos

Adquira todos os cursos para se tornar um ninja do Terminal e do Linux.

Artigos Relacionados


Comentários


Conheça