Hacker

A Kaspersky é mundialmente conhecida graças às soluções de segurança anti-vírus que têm apresentado ao longo dos últimos anos. É justo dizer que o software desta empresa é dos mais competentes e eficazes no que toca à proteção e busca de vírus em qualquer dispositivo em que esteja instalado. Portanto, no setor da segurança informática, a Kaspersky é já bem conhecida de todos.

Mas e se eles se quiserem aventurar por um caminho diferente e lançar algo que ninguém esperaria? Foi precisamente isso que fizeram ao apresentar ao mundo o seu mais recente produto, o Kaspersky OS. Este é um sistema operacional descrito pela empresa proprietária do mesmo como sendo totalmente à prova de hackers.

Mas desengana-te se estás já a pensar em instalá-lo no teu PC aí de casa, pois este Kaspersky OS foi desenhado para funcionar em infraestruturas específicas com elevada necessidade de segurança ou em dispositivos de Internet das Coisas. Aliás, o equipamento eleito para a introdução deste Kaspersky OS é um simples Switch.

Mas afinal como é que este novo sistema operacional consegue ser totalmente à prova de qualquer intrusão? Segundo a Kaspersky, este Kaspersky OS possui ferramentas de segurança informática embutidas nos seus recantos mais profundos, o que lhe permite controlar o comportamento de todas as aplicações instaladas nele. Para alcançar este feito, foi necessário desenhar este OS desde o zero, sem qualquer réstia de Linux, num processo de demorou 14 anos a ser concluído. Por forma a poder hackear este novo SO, seria necessário um computador quântico para poder quebrar a assinatura digital do sistema operacional. Ora, um computador deste género tem um custo muito elevado, deixando-o então fora do alcance de qualquer um.

Não possuindo qualquer resíduo de Linux no seu código fonte, este Kaspersky OS utiliza a arquitetura Microkernel, fazendo com que o mesmo possa se moldar a qualquer utilizador. Isto significa que diferentes blocos do SO serão moldados consoante as necessidades do utilizador em questão.

Numa altura em que muitas notícias de ataques informáticos têm sido divulgadas, este novo sistema operacional surge com que uma esperança de um futuro melhor. Por enquanto o mercado deste Kaspersky OS é ainda muito específico e sem qualquer consequência para um utilizador doméstico, por exemplo, mas pode ser que no futuro esta, ou outra empresa, possa lançar um produto semelhante para um utilizador comum.