Gerenciador de Pacotes YUM e pacotes RPM

1.0 - Gerenciador de Pacotes YUM

O gerenciador de pacotes YUM é o gerenciador de pacote padrão do Red Hat, Fedora, CentOS e derivados.Antes criado e utilizado no Yellow Dog Linux que é uma distribuicao baseada em Red Hat e que so funciona em maquinas com o processador PowerPC ou derivados como o Cell.

Os arquivos de configuracao do YUM se encontram no diretorio /etc/yum/ e os repositorios se encontram no diretorio /etc/yum.repos.d que é muito similar ao /etc/apt/sources.list.d do Debian . Pois seria possivel a centralizacao de tudo tb no /etc/yum/yum.conf.

As instruções aqui são baseadas na distribuição Fedora. O arquivo de configuração do yum é o /etc/yum.conf. Além disso, os repositórios (sites que contém os pacotes dos programas) são configurados através de cada arquivo de extensão .repo, localizados no diretório /etc/yum.repos.d . A configuração padrão do yum contida no /etc/yum.conf é suficiente para o bom funcionamento do programa. Você só precisará de alguns repositórios já configurados.

[fedora]
name=Fedora $releasever - $basearch
baseurl=http://fedora.c3sl.ufpr.br/linux/releases/$releasever/Everything/$basearch/os/
enabled=1
gpgcheck=1
gpgkey=file:///etc/pki/rpm-gpg/RPM-GPG-KEY-fedora file:///etc/pki/rpm-gpg/RPM-GPG-KEY

As linhas acima significam que o repositório denominado fedora terá

Com este repositório configurado, pode-se instalar e remover todos os pacotes básicos da distribuição. No caso das atualizações de pacotes, o repositório é outro e pode ser configurado no arquivo /etc/yum.repos.d/fedora-updates.repo

[updates]
name=Fedora $releasever - $basearch – Updates
baseurl=http://fedora.c3sl.ufpr.br/linux/updates/$releasever/$basearch/
enabled=1
gpgcheck=1
gpgkey=file:///etc/pki/rpm-gpg/RPM-GPG-KEY-fedora

Há varios outros repositórios de terceiros disponíveis (como o livna, dag, freshrpms, atrpms) que contém outros programas que podem não estar na lista principal por diversos motivos. Cada um desses repositórios têm configurações próprias e por isso criam arquivos .repo dentro do diretório /etc/yum.repos.d . Aqui não iremos listar todos os repositórios e sim apenas os oficiais.

Uma vez configurados os repositórios desejados, é hora de utilizar o yum. Para procurar por um pacote usando alguma palavra relacionada, utilizamos o parâmetro search. Por exemplo, procurar todos os pacotes relacionados com a palavra ‘DVD

yum search DVD

Para instalar um pacote

yum install pacote

Para desinstalar o pacote

yum remove pacote

Atualizando um pacote específico, caso exista uma atualização para o mesmo

yum update pacote

Ou se precisarmos atualizar todo o sistema, instalando todos os pacotes novos que tenham atualizações disponíveis

yum update

Para verificar quais os pacotes que precisam de atualização

yum check-update

Listando todos os pacotes disponíveis, tanto no repositório quanto os já instalados

yum list

Listando todos os pacotes disponíveis para a instalação

yum list available

Existem também os grupos de pacotes. Um grupo de pacotes é um conjunto de pacotes necessários para se instalar alguma funcionalidade no sistema e são definidos pelos desenvolvedores da distribuição. Para listar todos os grupos de pacotes

yum grouplist

Como podemos ver, o yum mostra os grupos já instalados no sistema (Installed Groups) e os disponíveis para a instalação (Available Groups). Se quisermos, por exemplo, instalar o suporte ao gerenciador de janelas XFCE, instalamos seu grupo

yum groupinstall "XFCE"

O yum se encarregará de baixar todos os pacotes necessários para o XFCE. Para remover todos os pacotes do grupo

yum groupremove "XFCE"

Todas estas ações do yum necessitam de uma conexão de Internet, pois a lista de pacotes é sempre requisitada no repositório para consulta. Mesmo para consultar um simples nome de pacote, precisa-se de conexão com a Internet. Caso já tenha se utilizado o yum para fazer alguma ação (e por consequência, ele já tenha baixado a lista de pacotes para o seu sistema), podemos optar por não precisar nos conectar ao servidor na Internet toda vez que usarmos o yum utilizando o parâmetro -C. Exemplos

yum -C search DVD
yum -C check-update
yum -C list | grep kde

Na instalacao do fedora é possivel instalar o apt e no Debian e Ubuntu vc tb pode instalar o yum pelo apt-get para estudos: alien .

2.0 - Pacotes RPM e Sistema de Gerenciamento de Pacotes RPM

RPM (Red Hat Package Manager) é um sistema de gerenciamento de pacotes desenvolvido pela Red Hat para ser utilizado em sua própria distro. Posteriormente outras distros Linux, e mesmo alguns outros sistemas operacionais, também adotaram o formato RPM para gerenciamento de seus pacotes. A LSB (Linux Standard Base) indicou o formato RPM como o padrão para distros Linux.

Outro utilitário para gerenciamento de pacotes RPM em modo texto é o Yum (Yellow Dog Updater, Modified), disponível nas distros Red Hat Enterprise Linux, CentOS, Oracle Entreprise Linux e Fedora.

Com o Yum, é possível realizar instalações e atualizações de pacotes localmente ou a partir de repositórios de pacotes localizados na internet. Sua grande vantagem em relação ao utilitário RPM é tentar resolver automaticamente todas as dependências requeridas por pacotes que estiverem sendo instalados ou atualizados e também por proporcionar uma forma fácil de atualizar todo o sistema pela Internet.

Os três principais formatos de pacotes utilizados em sistemas Linux são

Além destes formatos, há também outros. No entanto, não vou me prolongar a respeito deles para não perder o foco do artigo e também para não deixá-lo extenso.

O rótulo (nomenclatura) típico de um pacote RPM é nome-versao-release.arquitetura.rpm, onde

Exemplo: oracle-xe-univ-10.2.0.1-1.0.i386.rpm, sqldeveloper-3.0.04.34-1.noarch.rpm

Instalação

Para instalar pacotes RPM em sistemas Linux, é necessário estar logado como root (su). Note que o sistema de gerenciamento de pacotes RPM não resolve as dependências automaticamente para você.

Portanto, as dependências necessárias deverão ser instaladas antes da instalação do pacote que as requer. Uma outra forma de resolver isso é executar a instalação utilizando o utilitário Yum em distros RHEL e derivadas ou o equivalente em outras distros.

Instalações locais

Para instalar um pacote localizado localmente, execute o comando

rpm -ivh 

Exemplo: rpm -ivh AdobeReader_ptb-8.1.7-1.i486.rpm

É possível testar a instalação de um pacote antes de instalá-lo no sistema # rpm -ivh –test , onde

–test: esta opção testa o processo de instalação do pacote e, caso haja algum problema, notifica a respeito.

rpm -ivh –test AdobeReader_ptb-8.1.7-1.i486.rpm

Instalações com o utilitário Yum

A forma típica do comando Yum para instalações é

yum -y install –nogpgcheck 
yum -y install –nogpgcheck AdobeReader_ptb-8.1.7-1.i486.rpm
yum -y install gparted

Observação: No exemplo 1, acima, o pacote está disponível localmente. Em 2, o pacote está localizado em um repositório utilizado pelo Yum, isto é, na Internet. Em ambos os casos, o Yum tenta resolver quaisquer dependências, baixando-as e instalando-as automaticamente.

Fonte: http://imasters.com.br